Início Brasília Ibaneis pede a Bolsonaro que edite MP do reajuste salarial das Forças...

Ibaneis pede a Bolsonaro que edite MP do reajuste salarial das Forças de Segurança Pública do DF

747
0

Por Toni Duarte

Após focar nos últimos nove meses do seu mandato em ações que visam tirar o sistema de saúde do caos a que foi submetido por mais de oito anos, o governador Ibaneis Rocha concentra seus esforços para que o presidente da República, Jair Bolsonaro, edite a Medida Provisória que transfere a gestão do Fundo Constitucional para o Governo do Distrito Federal (GDF).

Ao retornar ao batente, após a última e bem-sucedida cirurgia para retirada de hérnia incisional no Hospital Vila Nova Star em São Paulo, o presidente Jair Bolsonaro mandou colocar em sua agenda o assunto que trata da edição de uma Medida Provisória de interesse do governo do Distrito Federal.

A proposta que foi negociada por Ibaneis Rocha, junto ao Palácio do Planalto, estabelece a transferência da gestão do Fundo Constitucional para o Governo do DF, tornando-se uma prioridade do governador brasiliense.

Conforme promessa de campanha, Ibaneis trabalha para livrar as Forças de Segurança Pública do Distrito Federal das amarras que prejudicam a concessão de reajustes salariais por depender da União e do Congresso Nacional.

Passos importantes já foram dados nessa direção. No mês passado Bolsonaro mandou criar um grupo de trabalho para estudar o assunto. O GT tem 60 dias para apresentar resultados com a minuta da MP a ser apresentada ao presidente da República.

Com esse instrumento o GDF acredita que a transferência de poderes por Medida Provisória, para gerir o Fundo Constitucional, o reajuste salarial das Forças de Segurança Pública pode ocorrer até o final do ano.

Nessa causa que envolve os interesses da Policia Militar, Policia Civil e Corpo de Bombeiros, o secretário de Segurança Pública Anderson Torres (foto) tem sido um aliado de primeira hora.

Gozando de uma boa influência Palácio do Planalto, tendo até mesmo o seu nome sido cogitado por Bolsonaro para ser o Diretor-Geral da Policia Federal, Anderson Tores tem conduzido o processo com maestria técnica e política.

Ele tem pedido compreensão e calma aos representantes das forças de Segurança e acredita que com o novo modelo a ser estabelecido por meio de uma MP, a paridade da PCDF e os reajustes salarias da PM e do Corpo de Bombeiros ficarão mais seguros.

Já para Ibaneis Rocha a promessa feita durante a campanha se tornará um legado que será deixado ao término do seu primeiro mandato. RADAR-DF