Início Brasília GDF e Embaixada da Espanha firmam parceria para ensino bilíngue

GDF e Embaixada da Espanha firmam parceria para ensino bilíngue

65
0
Governador Ibaneis Rocha assina acordo com Embaixada da Espanha para ensino do idioma em escolas brasilienses. Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Secretaria de Educação assina memorando com embaixada para ofertar ensino do idioma no Caseb e no CEM 03 de Taguatinga

A Secretaria de Educação do Distrito Federal e a Embaixada da Espanha formalizaram, nesta terça-feira (13), uma parceria para o projeto Escola Intercultural Bilíngue (EIB) na rede pública de ensino. Na cerimônia, realizada no Palácio do Buriti, também foi assinado o Memorando de Entendimento que cria e dispõe sobre o funcionamento dessa ação, inicialmente prevista para o Centro de Ensino Médio 03, de Taguatinga, e o Caseb, no Plano Piloto.

A iniciativa faz parte da bandeira Excelência para Todos, dentro do programa Educa DF, o plano estratégico da rede distrital da secretaria. A partir da implantação, a escola selecionada passa a ofertar, de forma gradativa, o ensino do idioma e da cultura da Espanha, em aulas e atividades extracurriculares ministradas em espanhol.

O objetivo é favorecer o intercâmbio cultural entre estudantes brasileiros e estrangeiros, seja de forma presencial ou virtual, bem como o fortalecimento do ensino médio no Distrito Federal. Haverá também formação específica para a equipe docente e funcionários da futura EIB.

Vejo com muita simpatia esse projeto. Espero que possamos ampliá-lo ainda mais. Ibaneis Rocha, governador do DF

“Está na hora de fazermos um pouco mais. Cuidar do lado social e do lado econômico, fazendo essa integração com os organismos internacionais. Vejo com muita simpatia esse projeto. Espero que possamos ampliá-lo ainda mais”, disse o governador Ibaneis Rocha durante a assinatura do Memorando.

Horizontes
Para o secretário de Educação, Rafael Parente, o acordo amplia horizontes. “É com muita felicidade que participamos dessa assinatura. No mundo atual, globalizado, é muito importante que todos os jovens falem pelo menos dois idiomas. Conhecer a fundo outra cultura muda a concepção de vida”, destaca Parente.

A Secretaria está em tratativas com as embaixadas da Alemanha, do Cazaquistão, da China e do Japão. Um compromisso com a Embaixada da França foi firmado para os alunos do Centro Educacional do Lago Norte (Cedlan). O memorando de entendimento para a implantação do Cedlan, a primeira escola intercultural bilíngue rede pública da capital, ocorreu em maio.

Na primeira fase do programa, as instituições de ensino em potencial serão identificadas a partir do perfil de ensino médio e com modalidade integral. A seleção, porém, passa pelo crivo da direção e comunidade escolar. Todo o projeto é patrocinado pelas embaixadas. Não há custos extras para o GDF.

Participaram da cerimônia, além do governador Ibaneis Rocha e do secretário de Educação, Rafael Parente, o embaixador e secretário de Relações Internacionais, Pedro Luiz Rodrigues, e o embaixador da Espanha, Fernando Garcia.

Em sua fala, Garcia elogiou a capital e a parceria. “O Distrito Federal é um lugar para morar, se apaixonar e viver a cultura. Duas escolas vão nos prestigiar com o programa e será uma honra participar dele. Para o secretário Pedro Luiz Rodrigues, o acordo é o “segundo passo de uma proposta, uma bandeira do governador, de levar para frente essa conexão entre idiomas e países”.

Educa DF
Além da criação de centros escolares bilíngues em parceria com embaixadas, a macropolítica em questão prevê a construção de 40 escolas e 100 creches nos próximos quatro anos. Certificações em medalhas de honra ao mérito educacional também estão entre as prioridades.

O Educa DF reúne cinco bandeiras que vão melhorar e modernizar o ensino público da capital. Elas foram batizadas de Sempre aprender, escolas que queremos, Educação para a paz, Excelência para todos e Inov@. IAN FERRAZ, DA AGÊNCIA BRASÍLIA