Início Brasília Planaltina ganhará mais um bloco do hospital e nova Unidade de Saúde...

Planaltina ganhará mais um bloco do hospital e nova Unidade de Saúde Básica

322
0

Anúncio foi feito pelo governador neste sábado (11). Aquisição beneficiará diretamente os cerca de 180 mil moradores da região

O governador Ibaneis Rocha anunciou, na manhã deste sábado (11), que os quase 180 mil moradores de Planaltina terão reforço na estrutura de saúde. De acordo com o chefe do Executivo, está previsto para o segundo semestre de 2019 o lançamento de duas licitações para implementar uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS) e o terceiro bloco do Hospital Regional da cidade, com aporte, inclusive, de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) é responsável pelo desenvolvimento dos projetos complementares e pela planilha orçamentária da UBS, que será erguida no Vale do Amanhecer. A região, que abriga o maior centro espiritualista do Brasil, pode ter as portas da atenção primária abertas em um prazo de 90 dias. “Já colocamos o nosso secretário Osnei [Okumoto, de Saúde] e nosso presidente do Iges [Instituto de Gestão Estratégica de Saúde] para providenciar”, garantiu o governador.

R$ 12 milhões Custo estimado da construção do terceiro bloco do Hospital Regional de Planaltina

O projeto para construir o terceiro bloco no Hospital Regional de Planaltina também está em andamento. Ao custo estimado de R$ 12 milhões, a iniciativa receberá recursos de emendas parlamentares do deputado distrital Cláudio Abrantes, líder do governo Ibaneis na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Além da UTI, o projeto prevê serviços de hemodiálise e odontologia. “Vamos atender toda a comunidade dessa região, das áreas urbana e rural, que é muito rica, tem campo fértil e muita gente trabalhadora”, afirmou Ibaneis Rocha.

Planaltina é o mais antigo núcleo urbano do DF. Teve origem com as incursões realizadas pelos bandeirantes paulistas. Fez parte dos primeiros estudos da Comissão Exploradora do Planalto Central ,liderada por Luiz Cruls (1892). Foi um dos municípios de Goiás que teve seu território dividido, ficando a sua sede no DF e a outra parte permanecendo como Planaltina de Goiás. Segundo a Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), tem uma população estimada em 177.986 habitantes.

JÉSSICA ANTUNES, DA AGÊNCIA BRASÍLIA