DF tem a menor taxa de letalidade por covid-19 entre os estados da federação, diz Codeplan

Até o momento, 124 pessoas já morreram com covid-19 no DF

A constatação foi feita com base em dados do Ministério da Saúde que apontam uma letalidade de 1,57%; Ceilândia, a cidade mais populosa, é região administrativa que apresenta o maior número de mortes, 22 até o momento

Por Cláudio Ulhoa

Dados do Ministério da Saúde (MS)apontam que o Distrito Federal é a unidade da federação que tem a menor taxa de letalidade por covid-19 até o momento. De acordo com o MS, a porcentagem de mortos em relação a casos confirmados no DF está em 1,57%. Os dados foram acrescidos no boletim diário da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan) e divulgados ontem (27). Ainda segundo o boletim, houve na última semana, um aumento relativo do número de óbitos de homens em relação às mulheres, o que inverteu o cenário, e a taxa de letalidade entre os homens ultrapassou a de mulheres no Distrito Federal.

“Em relação ao coeficiente de mortalidade – número de óbitos por 100 mil habitantes – caiu drasticamente no Distrito Federal, que ocupa o 17º lugar nacional, com uma taxa de 3,4 mortes”, diz o boletim da Codeplan.

Ceilândia, também por ter a maior população do DF, é a região administrativa tem omaior número de óbitos, segundo o boletim. A região registrou, até o dia 24 de maio, 22 mortes; seguida de Samambaia, com 11 óbitos. Quando são analisados os casos em proporção, o Lago Sul lidera o número de contaminados, com taxa de 552,90 casos para cada 100 mil habitantes.

Pacientes do hospital de campanha do Mané Garrincha começam a receber alta

O último levantamento da Secretaria de Saúde do DF, mostrava que no total 124 pessoas já morreram em razão da covid-19. Dessas mortes, apenas uma vítima não tinha idade acima de 60 anos, mas tinha outras doenças. Desse total, duas pessoas não são do DF, mas de cidades vizinhas, Luziânia e Santo Antônio do Descoberto. O número de contaminados é de 7.200 pessoas, sendo que nas últimas 24h, 280 pessoas foram diagnosticadas com coronavírus. 58% é a porcentagem em relação ao número de recuperados.

Testes

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio-DF) informou que começou um processo de expansão dos postos de testagem rápida para comerciários a partir de hoje. Serão implantados, ao todo, nove postos para testagem rápida de covid-19. Os exames, que foram doados à Federação pelo GDF, por meio da Secretaria de Saúde, será utilizado para controlar um possível surto de contágios do novo coronavírus após a retomada das atividades no comércio.

“Serão mais de 4 mil testes gratuitos distribuídos em nove regiões administrativas (RAs) do DF. Eles estarão disponíveis a partir das 9h nas unidades do Serviço Social do Comércio (Sesc) do Gama, do Guará, de Ceilândia, da 504 da Asa Sul, de Samambaia e de Taguatinga Sul, além das unidades do Sesi/Senai de Sobradinho, de Brazlândia e no Taguaparque, exclusivamente em sistema de drive thru (sem que seja preciso descer do carro)”, informa o governo.

Hospital no Mané Garrincha

O hospital de campanha foi equipado com 197 leitos, sendo 173 de enfermaria adulto, mais 20 de suporte avançado e quatro de emergência.Nesta segunda-feira (25) pacientes que estavam internados no hospital de campanha começaram a receber alta. Os primeiros pacientes foram internados na unidade na última sexta-feira (22) e, no sábado, outros foram internados no local, totalizando 20 pessoas.

Papuda

A Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) do DF, aponta que a quantidade de recuperados da covid-19 no sistema prisional superou os número de contaminados. Segundo a Sesipe, há no momento, entre internos e policiais penais, 552 recuperados ante a 299 contaminados.

Fonte Blog do Ulhoa

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui