Início Politica Gilmar Mendes ataca Bretas e defende Lula durante sessão no STF

Gilmar Mendes ataca Bretas e defende Lula durante sessão no STF

313
0

Para ministro, há “perversão” no forma como são encaradas as prisões de políticos

ministro Gilmar Mendes criticou a imprensa e o juiz federal Marcelo Bretas e saiu em defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante sessão da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (10). A Corte analisava pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do ex-governador do Rio Sérgio Cabral.

De acordo com informações do Metrópoles, o ministro afirmou que há “perversão” na forma como a mídia trata a prisão de políticos. Os advogados do emedebista pediam transferência de Cabral de Curitiba para o Rio, de onde saiu por supostamente receber regalias na prisão, após decisão de Bretas.

“Tem um lado animalesco que está se manifestando em cada um de nós. É um tipo de perversão. Fico com vergonha. Pessoas alfabetizadas, que tiveram três ou quatro refeições por dia, se comportam dessa forma animalesca”, disse o ministro, que era relator da matéria. O magistrado votou a favor do HC.

Gilmar descreveu Bretas um dos “juízes mais ricos do Rio de Janeiro”, que no entanto, recebe auxília-moradia junto à esposa, também juíza. “Espero que o CNJ tome as providências necessárias”, comentou o ministro, durante o voto.

O ministro também criticou quem considera excessiva a concessão de um banheiro privativo para o ex-presidente Lula na sala onde cumpre pena na sede da Polícia Federal em Curitiba. “O ex-presidente Lula vai ter uma suíte, um banheiro. Onde estamos com a cabeça? Do que estamos falando? Onde foi a nossa sensibilidade?”, questionou. “Combater o crime sim, punir sim, mas com respeito à dignidade da pessoa humana”, disse.

Fonte: Notícias ao Minuto